IPTV Será o fim das antenas?AzTime explica,Confira!

Ultimamente muito se tem falado sobre a tecnologia ACM (Adaptable Codification Modulation) que pode mudar automaticamente a modulação e codificação de um link de satélite melhorando significativamente a qualidade do sinal de transmissão, principalmente em dias de chuva. Recentemente escrevemos um artigo falando sobre esta tecnologia (clique aqui para ler) mas em paralelo à tecnologia ACM outra tecnologia vem ganhando muito espaço no mercado de transmissão de vídeo via streaming. Esta tecnologia é denominada IPTV, a Televisão por Protocolo de Internet (do inglês Internet Protocol Television)
A popularização cada vez maior da internet banda larga no Brasil, inclusive por fibra óptica, vem proporcionando uma demanda cada vez maior da IPTV. A IPTV vem atraindo principalmente usuários que moram em apartamentos e que não tem infraestrutura necessária para instalação de antenas de banda Ku ou banda C além de usuários que moram em casas, mas que não querer arcar com os custos de instalação das antenas.
Como funciona o IPTV?
Esta tecnologia nada mais é do que a junção de um serviço de televisão com a de internet banda larga. Ao invés de receber seu sinal de televisão pela antena ou pelo cabo da sua operadora de TV a cabo, você a recebe via internet.
Este serviço exige um conversor (também conhecido como Set-top Box), que transformará o sinal recebido através da internet para que ele possa ser visualizado na tela.
A decodificação do sinal funciona de maneira semelhante às transmissões via satélite. Ao chegar na residência, o sinal de televisão digital passa pelo modem e é decodificado pelo set-top box.
Um set-top Box normalmente utiliza o sistema operacional Android e isso também proporciona inúmeras vantagens para os usuários como poder acessar a internet, baixar jogos, assistir filmes e séries on demand, além de instalar inúmeros aplicativos, tornando a experiência na frente da TV muito mais interativa e divertida.
Qual a banda necessária para funcionar?
Para que o streaming dos canais funcione sem travamentos ou quedas é necessária uma banda larga de no mínimo 5 Megas (recomenda-se 10 Megas) o que é praticamente a velocidade dos planos mais básicos que a maioria das operadoras de banda larga no Brasil oferecem.
Vantagens e benefícios
A IPTV possui diversas vantagens quando comparada a métodos tradicionais de transmissão de conteúdo
Por ser distribuído digitalmente, o sinal não sofre interferência em dias de chuva, ao contrário do que ocorre com a tecnologia de transmissão via satélite.
Não é necessário investimento com instalação, manutenção e custos com aquisição de antenas e cabos.
A configuração do set-top Box é extremamente simples, bastando apenas conecta-lo à internet para se ter acesso aos canais e conteúdos.
Pode ser instalado em apartamentos, já que não necessita de antenas.
O set-tob Box pode ser levado em viagens para qualquer lugar que tenha acesso a internet.
Números
Estima-se que em poucos anos o sistema IPTV deve se tornar mais utilizado do que o sistema de transmissão via satélite. Atualmente, segundo pesquisas, cerca de 100 milhões de brasileiros acessam a internet e este número cresce à medida que mais regiões geográficas são alcançadas pelas operadoras e novas tecnologias são implementadas como o 5G que está por vir e o acesso à internet via satélite que já começa a dar seus primeiros passos.
Créditos
AZTime