Crunchyroll lança série de animes “FLCL” no Brasil

Crunchyroll anuncia que já estão disponíveis na plataforma as séries “FLCL: Progressive” e “FLCL: Alternative”, para usuários do Brasil e Portugal, com legenda em português e áudio em japonês.

As séries são a continuação da série de OVAs “FLCL”, dos anos 2000, criada pelos estúdios Gainax e Production I.G. Os 12 episódios das duas séries foram lançados em 2018 no canal Cartoon Network, com dublagem em inglês, e

tiveram lançamento limitado nos cinemas japoneses em setembro de 2018.

O lançamento de”FLCL: Progressive” e “FLCL: Alternative” na Crunchyroll marca a primeira vez que a dublagem japonesa estará disponível oficialmente no Ocidente. A continuação conta com direção de Katsuyuki Motohiro (Psycho-Pass, Atom: the Beginning), animação do estúdio Production I.G. e músicas do The Pillows.

“FLCL: Progressive” conta a história de Hidomi, de 14 anos, sua colega de classe Ide e dois seres de outro mundo – “Jinyu” e “Haruha Raharu,” – que estão dispostos a tudo para destravar seu potencial oculto. Em meio a isso tudo há também o todo-poderoso “ATOMSK,” um belíssimo Chrysler Bel Aire… e uma certa scooter Vespa.

Já “FLCL: Alternative” conta as desventuras de Kana, 17 anos, uma estudante que passa a maior parte do tempo curtindo com seus amigos Mossan, Hijiri, e Pets. Eles levavam vidas banais até o dia eme que um mecha caiu do céu, pilotado por uma mulher chamada “Haruko.” Haruko tem planos para essa garotada, envolvendo a poderosa força ATOMSK, e Kana terá que arriscar sua vida e decidir se vai ajudá-la ou não… Não que ela tivesse muita escolha!

“FLCL: Progressive” e “FLCL: Alternative” já estão disponíveis no Crunchyroll.

 

Fonte: Vcfaz,tv

Crunchyroll lança série de animes “FLCL” no Brasil

Crunchyroll anuncia que já estão disponíveis na plataforma as séries “FLCL: Progressive” e “FLCL: Alternative”, para usuários do Brasil e Portugal, com legenda em português e áudio em japonês.

As séries são a continuação da série de OVAs “FLCL”, dos anos 2000, criada pelos estúdios Gainax e Production I.G. Os 12 episódios das duas séries foram lançados em 2018 no canal Cartoon Network, com dublagem em inglês, e

tiveram lançamento limitado nos cinemas japoneses em setembro de 2018.

O lançamento de”FLCL: Progressive” e “FLCL: Alternative” na Crunchyroll marca a primeira vez que a dublagem japonesa estará disponível oficialmente no Ocidente. A continuação conta com direção de Katsuyuki Motohiro (Psycho-Pass, Atom: the Beginning), animação do estúdio Production I.G. e músicas do The Pillows.

“FLCL: Progressive” conta a história de Hidomi, de 14 anos, sua colega de classe Ide e dois seres de outro mundo – “Jinyu” e “Haruha Raharu,” – que estão dispostos a tudo para destravar seu potencial oculto. Em meio a isso tudo há também o todo-poderoso “ATOMSK,” um belíssimo Chrysler Bel Aire… e uma certa scooter Vespa.

Já “FLCL: Alternative” conta as desventuras de Kana, 17 anos, uma estudante que passa a maior parte do tempo curtindo com seus amigos Mossan, Hijiri, e Pets. Eles levavam vidas banais até o dia eme que um mecha caiu do céu, pilotado por uma mulher chamada “Haruko.” Haruko tem planos para essa garotada, envolvendo a poderosa força ATOMSK, e Kana terá que arriscar sua vida e decidir se vai ajudá-la ou não… Não que ela tivesse muita escolha!

“FLCL: Progressive” e “FLCL: Alternative” já estão disponíveis no Crunchyroll.

 

Fonte: Vcfaz,tv

Crise na Venezuela tem novo capítulo. Saiba como acompanhar a cobertura ao vivo

Último dia de abril e a fronteira do Brasil com a Venezuela amanhece com olhos atentos ao que acontece ao país vizinho.

Na manhã desta terça, dia 30 de abril, o autoproclamado presidente da Venezuela, Juan Guaidó, anunciou que teria conseguido o apoio de militares para que “se termine definitivamente a usurpação” da Venezuela.

As grandes redes acompanham os principais

movimentos no país. No Brasil, o público pode conferir a cobertura da Globo News e Band News. A primeira tem realizado uma cobertura intensa e ao vivo, porém moderada, analisando todos os possíveis aspectos deste complexo acontecimento.

Das redes internacionais, CNN e CNN en Español também realizam uma cobertura ao vivo sobre os desdobramentos na Venezuela. A FOX News seguia com programação normal, apenas com alguns flashes esporádicos.

Os canais abertos venezuelanos interromperam a programação e exibiram ao vivo a cobertura da emissora “chavista” VTV. Mesmo canais opositores ao governo, como a Globovisión, também se viram “obrigadas” (por algum motivo) a transmitir as imagens “oficiais”.

O canal de notícias Telesur realizava, ao menos durante a produção desta nota, uma cobertura parcial e favorável ao governo de Maduro, criticando Guaidó.

Abaixo você poderá conferir ao vivo alguns dos canais internacionais que cobrem o processo:

Globovision (emissora venezuelana):


VTV (emissora venezuelana governamental):


Telesur (emissora sul-americana de notícias e, teoricamente, pró-Maduro)


Fonte: Vcfaz.tv

Intelsat tem problema em satélite com cobertura sobre o Brasil

A Intelsat anunciou nesta última quarta-feira, dia 10 de abril, que um problema afetou o funcionamento do satélite Intelsat 29e, fazendo com que sua comunicação fosse perdida. O problema afeta operadoras marítimas, aeronáuticas e sem fio nas regiões da América Latina, Caribe e Atlântico Norte. Além disto, a falha afetou as transmissões de uma afiliada brasileira que utiliza o satélite para distribuir seus sinais.

O problema teve início no dia 7 de abril, quando o sistema de propulsão sofreu danos que provocaram o vazamento de um propulsor a bordo do satélite. O vazamento do combustível resultou na interrupção dos serviços aos clientes.

Enquanto atuava na restauração dos serviços, no dia 9 de abril, uma nova anomalia atingiu o equipamento, fazendo com que fosse perdida a comunicação com o satélite.

De acordo com a Intelsat, a comunicação tem sido intermitente. Além disto, está trabalhando junto à Boing, fabricante do satélite, na recuperação da comunicação.

A equipe da Intelsat já trabalha no processo de migração de serviços prestados aos clientes para outros satélites da empresa que atendem a região, bem como serviços de terceiros.

 

Fonte: Vcfaz.tv

Intelsat tem problema em satélite com cobertura sobre o Brasil

A Intelsat anunciou nesta última quarta-feira, dia 10 de abril, que um problema afetou o funcionamento do satélite Intelsat 29e, fazendo com que sua comunicação fosse perdida. O problema afeta operadoras marítimas, aeronáuticas e sem fio nas regiões da América Latina, Caribe e Atlântico Norte. Além disto, a falha afetou as transmissões de uma afiliada brasileira que utiliza o satélite para distribuir seus sinais.

O problema teve início no dia 7 de abril, quando o sistema de propulsão sofreu danos que provocaram o vazamento de um propulsor a bordo do satélite. O vazamento do combustível resultou na interrupção dos serviços aos clientes.

Enquanto atuava na restauração dos serviços, no dia 9 de abril, uma nova anomalia atingiu o equipamento, fazendo com que fosse perdida a comunicação com o satélite.

De acordo com a Intelsat, a comunicação tem sido intermitente. Além disto, está trabalhando junto à Boing, fabricante do satélite, na recuperação da comunicação.

A equipe da Intelsat já trabalha no processo de migração de serviços prestados aos clientes para outros satélites da empresa que atendem a região, bem como serviços de terceiros.

 

Fonte: Vcfaz.tv