Duosat Atualizada a lista de filmes do On Demand no servidor – 12/10/2018


*Adicionados filmes no grupo “Estreias”: -Deus Não Está Morto 3 (dub) – Uma Luz na Escuridão -Hotel Transilvânia 3 (dub) – Férias Monstruosas -Kung Fu Yoga (dub) -Kung Fu Yoga (leg) -Mentes Sombrias (leg) -Na Escuridão do Oceano (leg) -Todo Dia (dub)

 

Fonte: azdigital

Atualizada a lista de filmes do On Demand no servidor – 06/10/2018




Atualizada a lista de filmes do On Demand no servidor. *Adicionados filmes no grupo “Estreias”: -A Garota na Caixa (leg) -Homem-Formiga e a Vespa (dub) -Homem-Formiga e a Vespa (leg) -Mandy (leg) -O Terceiro Olho (leg) -Pokemon – Viajantes no Tempo (dub) -Pokemon – O Feitiço dos Unown (dub) -Sibéria (dub) *Adicionados filmes no grupo “Cine Duosat”: -Homem-Formiga e a Vespa -Jurassic World – Reino Ameaçado -Não Vai Dar -Tio Drew *Adicionados filmes no grupo “Pedidos”: -A Múmia 2017 (dub) -A Pele que Habito (dub) -Antes que Eu Vá (dub) -Até o Último Homem (dub) -Avatar (dub) -Baby Driver – Em Ritmo de Fuga (dub) -Bata Antes de Entrar (dub) -Deixe-me Viver (Nacional) -Duro de Matar 4.0 (dub) -Fuga de Los Angeles (leg) -Invocação do Mal (dub) -Invocação do Mal (leg) -Jack Reacher – O Último Tiro (dub) -Jack Reacher – Sem Retorno (dub) -John Carter – Entre Dois Mundos (dub) -Maze Runner – Correr ou Morrer (dub) -Mulher Maravilha 2017 (dub) -Mulher Maravilha 2017 (leg) -Na Natureza Selvagem (dub) -Náufrago (dub) -O Segredo de Brokeback Mountain (dub) -Onde os Fracos Não Tem Vez (dub) -Piratas do Caribe 5 – A Vingança de Salazar (dub) -Piratas do Caribe 5 – A Vingança de Salazar (leg) -Tombstone – A Justiça está Chegando (dub) -Uma Longa Queda (dub)

 

Fonte: azdigital

Netflix é a maior consumidora de tráfego da internet confiram – 05/10/2018


 
15% do total dos downloads na internet são streaming de vídeo da Netflix; BitTorrent lidera em uploads
A Netflix, plataforma de streaming que opera em todos os países do mundo exceto quatro, já é a maior consumidora de banda na internet. Ela representa 15% do tráfego global de downstream, número que chega a 40% nos horários de pico, de acordo com um relatório da Sandvine.
 
 
O streaming de vídeo é o tipo de aplicação que mais consome tráfego de downstream, ou seja, dados que vão da internet para a sua rede. No mundo, 57,69% da banda é utilizada por serviços de vídeo, seguido por 17,01% de navegação na web e 7,78% em games, o que inclui downloads na PlayStation Network e Xbox Live. O compartilhamento de arquivos representa só 2,84% do total.
 
O ranking de tipos de aplicação que mais consomem tráfego na internet é o seguinte:
Streaming de vídeo (Netflix, YouTube, Amazon Prime e outros): 57,69% de downstream, 22,43% de upstream
Navegação na web (incluindo apps que são apenas frames para páginas da web): 17,01% de downstream, 20,98% de upstream
Games (jogos e downloads em marketplaces): 7,78% de downstream, 2,68% de upstream
Redes sociais: 5,10% de downstream, 3,73% de upstream
Marketplaces (iTunes, Google Play, Windows Store e outras): 4,61% de downstream, 1,90% de upstream
Compartilhamento de arquivos: 2,84% de downstream, 22,05% de upstream
Apps de mensagens (incluindo ligações VoIP): 1,72% de downstream, 8,12% de upstream
Segurança (incluindo VPNs): 1,41% de downstream, 7,48% de upstream
Armazenamento (Dropbox, iCloud, Google Drive e outros): 1,41% de downstream, 9,37% de upstream
Streaming de áudio (Spotify, Apple Music, Google Play Music e outros): 1,05% de downstream, 0,46% de upstream
 
Um amigo me contou que o consumo de pornografia na internet é responsável por uma fatia relevante de downstream, mas a empresa não classificou esse tipo de aplicação separadamente.
 
Há algumas particularidades por região. O BitTorrent, que domina 22% do tráfego global de upstream, é mais popular na região da Europa, Oriente Médio e África, onde responde por 31,73% do upstream — nas Américas, a participação é de apenas 9,21%. E, na Ásia, o Facebook mostra toda a sua dominância: o Facebook Vídeo detém 6,64% do downstream, batendo a Netflix (6,32%) e o YouTube (4,91%).
 
O relatório mostra que 50% do tráfego já é criptografado; e revela quais são os líderes em cada tipo de aplicação. Em vídeo, a Netflix lidera o downstream global (26,58%), mais que os 21,30% do YouTube. O game que mais consome banda é League of Legends(26,42%), batendo Fortnite (14,85%). O Spotify domina o streaming de áudio, com 33,07% do tráfego, bem à frente de Apple Music (8,91%) e Deezer (1,65%).
 
 
Nas redes sociais, o Facebook fica em segundo lugar (38,02% do downstream), atrás do Instagram (42,19%) — ou seja, os dois principais serviços de Mark Zuckerberg gastam mais de 80% da banda da categoria. E, entre os apps de mensagens, nem as infinitas imagens de “bom dia” foram suficientes para deixar o zap no topo: o Skype liderou com 28,14%, enquanto o WhatsApp ficou com 23,15%.
 
FONTE : TECNOBLOG


DUOSAT NEXT UHD NOVA ATUALIZAÇÃO V1.1.52 – 05/10/2018


BAIXAR

– Corrigido o problema que impede Consumer Electronics Control (CEC) de funcionar
– Corrigido o problema de diseqc e usals mesmo usando juntos (Obs : se tiver algum problema basta colocar em boost – next grande)

 

Fonte: azdigital

TUNNING P911 NOVA ATUALIZAÇÃO V1.46 – 02/10/2018

 

BAIXAR

Changelog:
Bug em alguns canais (Globo RJ) corrigido
– Alterada a ordem do on demand, para ser o primeiro da lista em multimídia, tornando mais fácil e rápido de encontrar
– Atualizado PID 63w
– Corrigido standby
– Melhorado o App VOD
– Corrigidas as legendas canais HD


Fonte:  azdigital

Em um ano, TV paga perde mais de meio milhão de assinantes


De acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Brasil registrou 17,79 milhões de contratos ativos do serviço de TV por Assinatura no mês de agosto de 2018, diminuição de 536 mil (-2,93%) nos últimos 12 meses. Na variação entre o mês de agosto de 2018 e julho do mesmo ano, a redução foi de 37 mil assinaturas (-0,21%). 

Os quatro maiores grupos de TV por Assinatura no Brasil detinham 17,29 milhões de contratos ativos (97,17% do mercado) em agosto de 2018. São eles: a Claro, com 8,89 milhões (49,98%), a Sky, com 5,21 milhões (29,30%), a Vivo, com 1,61 milhão (9,05%), e a Oi, com 1,57 milhão (8,84%). As pequenas prestadoras da TV por assinatura totalizam 503 mil assinantes (2,83%). 

Das grandes prestadoras de TV por Assinatura no país, apenas a Oi apresentou crescimento, mais 126 mil contratos (+8,70%) nos últimos 12 meses, a Vivo, menos 25 mil (-1,56%), a SKY, menos 146 mil (-2,73%), e a Claro, menos 402 mil (-4,32%). As pequenas prestadoras de TV por Assinatura tiveram redução de 89 mil contratos (-15,00%). 

Em agosto de 2018, mais da metade dos assinantes de TV por Assinatura no Brasil receberam a programação por satélite, 9,71 milhões (54,55% do mercado), por cabo, 7,48 milhões (42,05%), e por fibra ótica, 605 mil (3,40%). Apenas os assinantes que receberam a programação da TV por Assinatura por fibra ótica aumentaram em número nos últimos 12 meses, mais 248 mil (+69,71%). Os assinantes via satélite tiveram redução de 676 mil (-6,51%) e os que recebem o sinal por cabo diminuíram em 107 mil (-1,41%). 

Nos últimos 12 meses, os estados com maior expansão no serviço de TV por Assinatura foram Ceará, mais 26 mil contratos (+6,76%), Amazonas, mais 16 mil (+5,54), Mato Grosso do Sul, mais 5 mil (+2,89%), Piauí, mais 2 mil (+2,63%) e Tocantins, mais 915 unidades (2,13%).

Créditos: vc faz tv