Crenças que se transformaram em organizações criminosas e cenários de crimes hediondos – são essas as circunstâncias que o Investigação Discovery desvenda com a série “People Magazine: Por Dentro das Seitas” (People Magazine Investigates: Inside Cults) em sua segunda temporada.

Com estreia nesta sexta-feira (13, a nova safra tem início com a sequência de eventos trágicos detonada por Charles Manson e segue com outros cinco episódios. Em cada uma das seis semanas, a série conta um caso de seitas que arrebanharam adeptos antes de se revelarem instrumentos de homicidas agindo em nome da fé. São histórias macabras e violentas contadas pelas palavras daqueles que vivenciaram os acontecimentos, bem como através de depoimentos de jornalistas da revista People que trabalharam nas coberturas dos casos.

As entrevistas de ex-fieis e familiares dos envolvidos demonstram como falsos gurus reuniram seus séquitos e, a partir de táticas obscuras, criaram vínculos obsessivos. São pessoas comuns que, em busca de experiência religiosa, encontraram-se presas a tramas de abusos e manipulações.

Do surgimento, quando os ideais religiosos ainda estavam em foco, à derrocada violenta, a série se embrenha nessas histórias reais com a ajuda de imagens de arquivo – entre fotos e vídeos – que demonstram o envolvimento dos fieis, as táticas de convencimento desenvolvidas por líderes capazes de levar a sede de poder às últimas consequências.

Na estreia da segunda temporada, a produção recapitula a sequência sinistra de eventos que culminou com o assassinato da atriz Sharon Tate, do bebê que ela carregava no ventre e dos convidados que ela recebia em casa na noite de 8 de agosto de 1969. Charles Manson, o homem que deu início a uma seita messiânica, foi o responsável pela carnificina.

People Magazine: Por Dentro das Seitas” estreia dia 13 de setembro, às 22h10 no Investigação Discovery.

Fonte: Vcfaz.tv

Investigação Discovery estreia programas centrados na ciência forense

 

Neste final de semana, o trabalho forense de tratamento das provas e evidências em casos de homicídios está no centro da ação no Investigação Discovery. O canal agendou duas novas séries cujos enredos se desenvolvem em torno das análises forenses: “Vestígios do Mal” (The Face of Evil) estreia no sábado (20) e no dia seguinte, domingo (21), é a vez de“Decifrando As Evidências” (Murder Decoded) ocupar a mesma faixa.

Ambas as atrações recorrem à reconstituição das atuações de detetives e peritos forenses em diversos casos para mostrar como a análise dos materiais relacionados aos crimes foi fundamental para as soluções de cada um deles. Fios de cabelo, marcas de sapatos, cápsulas de balas, machas de sangue aparentemente imperceptíveis e a sutil disposição de objetos que narra os últimos momentos de vida da vítima – entre esses detalhes estão escondidas as revelações cruciais, como que esperando por serem decifradas.

Em episódios de uma hora, as séries relembram as investigações de homicídios nas palavras daqueles que foram responsáveis pelo recolhimento e análise do material, além de pessoas próximas das vítimas. A cada episódio, um crime ganha o foco das séries.  Em depoimentos que revelam a importância do trabalho dos cientistas forenses, esses profissionais especializados contam sobre a necessidade de manter a postura analítica enquanto respondem a situações dramáticas e à pressão por chegar aos assassinos.

“Vestígios do Mal” estreia dia 20 de julho, às 21h20 e “Decifrando As Evidências” estreia dia 21 de julho, às 21h20 no Investigação Discovery.

 

Fonte: Vcfaz.tv

Investigação Discovery estreia programas centrados na ciência forense

 

Neste final de semana, o trabalho forense de tratamento das provas e evidências em casos de homicídios está no centro da ação no Investigação Discovery. O canal agendou duas novas séries cujos enredos se desenvolvem em torno das análises forenses: “Vestígios do Mal” (The Face of Evil) estreia no sábado (20) e no dia seguinte, domingo (21), é a vez de“Decifrando As Evidências” (Murder Decoded) ocupar a mesma faixa.

Ambas as atrações recorrem à reconstituição das atuações de detetives e peritos forenses em diversos casos para mostrar como a análise dos materiais relacionados aos crimes foi fundamental para as soluções de cada um deles. Fios de cabelo, marcas de sapatos, cápsulas de balas, machas de sangue aparentemente imperceptíveis e a sutil disposição de objetos que narra os últimos momentos de vida da vítima – entre esses detalhes estão escondidas as revelações cruciais, como que esperando por serem decifradas.

Em episódios de uma hora, as séries relembram as investigações de homicídios nas palavras daqueles que foram responsáveis pelo recolhimento e análise do material, além de pessoas próximas das vítimas. A cada episódio, um crime ganha o foco das séries.  Em depoimentos que revelam a importância do trabalho dos cientistas forenses, esses profissionais especializados contam sobre a necessidade de manter a postura analítica enquanto respondem a situações dramáticas e à pressão por chegar aos assassinos.

“Vestígios do Mal” estreia dia 20 de julho, às 21h20 e “Decifrando As Evidências” estreia dia 21 de julho, às 21h20 no Investigação Discovery.

 

Fonte: Vcfaz.tv

Investigação Discovery estreia programas centrados na ciência forense

 

Neste final de semana, o trabalho forense de tratamento das provas e evidências em casos de homicídios está no centro da ação no Investigação Discovery. O canal agendou duas novas séries cujos enredos se desenvolvem em torno das análises forenses: “Vestígios do Mal” (The Face of Evil) estreia no sábado (20) e no dia seguinte, domingo (21), é a vez de“Decifrando As Evidências” (Murder Decoded) ocupar a mesma faixa.

Ambas as atrações recorrem à reconstituição das atuações de detetives e peritos forenses em diversos casos para mostrar como a análise dos materiais relacionados aos crimes foi fundamental para as soluções de cada um deles. Fios de cabelo, marcas de sapatos, cápsulas de balas, machas de sangue aparentemente imperceptíveis e a sutil disposição de objetos que narra os últimos momentos de vida da vítima – entre esses detalhes estão escondidas as revelações cruciais, como que esperando por serem decifradas.

Em episódios de uma hora, as séries relembram as investigações de homicídios nas palavras daqueles que foram responsáveis pelo recolhimento e análise do material, além de pessoas próximas das vítimas. A cada episódio, um crime ganha o foco das séries.  Em depoimentos que revelam a importância do trabalho dos cientistas forenses, esses profissionais especializados contam sobre a necessidade de manter a postura analítica enquanto respondem a situações dramáticas e à pressão por chegar aos assassinos.

“Vestígios do Mal” estreia dia 20 de julho, às 21h20 e “Decifrando As Evidências” estreia dia 21 de julho, às 21h20 no Investigação Discovery.

 

Fonte: Vcfaz.tv

Investigação Discovery estreia programas centrados na ciência forense

 

Neste final de semana, o trabalho forense de tratamento das provas e evidências em casos de homicídios está no centro da ação no Investigação Discovery. O canal agendou duas novas séries cujos enredos se desenvolvem em torno das análises forenses: “Vestígios do Mal” (The Face of Evil) estreia no sábado (20) e no dia seguinte, domingo (21), é a vez de“Decifrando As Evidências” (Murder Decoded) ocupar a mesma faixa.

Ambas as atrações recorrem à reconstituição das atuações de detetives e peritos forenses em diversos casos para mostrar como a análise dos materiais relacionados aos crimes foi fundamental para as soluções de cada um deles. Fios de cabelo, marcas de sapatos, cápsulas de balas, machas de sangue aparentemente imperceptíveis e a sutil disposição de objetos que narra os últimos momentos de vida da vítima – entre esses detalhes estão escondidas as revelações cruciais, como que esperando por serem decifradas.

Em episódios de uma hora, as séries relembram as investigações de homicídios nas palavras daqueles que foram responsáveis pelo recolhimento e análise do material, além de pessoas próximas das vítimas. A cada episódio, um crime ganha o foco das séries.  Em depoimentos que revelam a importância do trabalho dos cientistas forenses, esses profissionais especializados contam sobre a necessidade de manter a postura analítica enquanto respondem a situações dramáticas e à pressão por chegar aos assassinos.

“Vestígios do Mal” estreia dia 20 de julho, às 21h20 e “Decifrando As Evidências” estreia dia 21 de julho, às 21h20 no Investigação Discovery.

 

Fonte: Vcfaz.tv

Investigador compartilha seu arquivo pessoal de crimes em série do Investigação Discovery

 

Por 25 anos, Pat Postiglione foi detetive dedicado à elucidação de homicídios. Conhecido por sua memória fotográfica, ele guarda consigo detalhes das centenas de casos que ajudou a solucionar, convertendo-se em uma verdadeira enciclopédia do combate ao crime.

A partir desta quarta-feira (05), o Investigação Discovery revisita as lembranças de Pat com a estreia de “Memórias Contra o Crime”, série que parte dos depoimentos do protagonista para remontar o quebra-cabeças dos casos emblemáticos de sua carreira.

Em cada episódio de uma hora, Pat relembra um homicídio e narra as ações a ele relacionadas com suas próprias palavras – retornando às cenas dos crimes cuidadosamente reconstruídas pela produção e refazendo os percursos intricados das investigações, ele revive trabalhos complexos, que sempre tiveram como objetivo a justiça em honra das vítimas e em respeito aos familiares delas.

Pat diz que todos os casos ainda estão consigo, nas imagens que traz em sua memória – capaz de relembrar detalhes dos casos, ele enfatiza que a habilidade do investigador para encontrar e interpretar as evidências são elementos cruciais que fazem a diferença entre a solução de mais um crime ou mais um caso engavetado.

Colegas que trabalharam com ele também participam da série; são depoimentos que corroboram as memórias de Pat e aparecem junto a informações retiradas dos inquéritos, a falas de familiares e amigos das vítimas e materiais de arquivo – entre fotografias, áudios e vídeos. Cada prova, cada indício, cada vítima ainda vive na memória de Pat, em um arquivo que ainda hoje é visitado por investigadores na ativa que buscam aconselhamento.

“Memórias Contra o Crime” estreia dia 05 de junho, às 22h15 no Investigação Discovery.

Fonte: Vcfaz.tv

Série do ID recapitula casos de homicídio ocorridos na década de 1990

A década de 1990 está em alta. Há um retorno nostálgico na moda, nas produções da indústria cultural e até nas relações com a tecnologia, que naquela época dava seus primeiros passos rumo à digitalização que hoje conhecemos.

A partir de sexta-feira, 26 de abril, às 23h10, o Investigação Discovery também retoma o clima dos anos 1990, fazendo a reconstituição da época a partir das investigações de casos

reais que se tornaram famosos, com sua nova série: “O Lado Obscuro dos Anos 90”.

A produção narra, junto às ações de detetives, o clima cultural que fazia parte das circunstâncias nas quais esses crimes ocorreram. Mas a nostalgia é interrompida pela atemporalidade do mal, que também naquela época fez suas vítimas fatais. Assim emerge o lado sinistro da década.

Os oficiais diretamente envolvidos nas investigações falam sobre suas escolhas, os desafios que encontraram em cada caso e as descobertas cruciais que os possibilitaram chegar aos culpados.

Familiares e amigos das vítimas também dão depoimentos que mostram a perspectiva íntima, os sonhos e expectativas que foram brutalmente interrompidos por assassinos. Jornalistas e autores que mergulharam nos casos tratam sobre as relações entre eles e o contexto que definia a década de 1990. Registros em áudio e vídeo feitos pela polícia na cena do crime e durante as investigações completam o panorama trazido pela série.

“O Lado Obscuro dos Anos 90” estreia dia 26 de abril, às 23h10 no Investigação Discovery.

Fonte: Vcfaz.tv

Série do ID recapitula casos de homicídio ocorridos na década de 1990

A década de 1990 está em alta. Há um retorno nostálgico na moda, nas produções da indústria cultural e até nas relações com a tecnologia, que naquela época dava seus primeiros passos rumo à digitalização que hoje conhecemos.

A partir de sexta-feira, 26 de abril, às 23h10, o Investigação Discovery também retoma o clima dos anos 1990, fazendo a reconstituição da época a partir das investigações de casos

reais que se tornaram famosos, com sua nova série: “O Lado Obscuro dos Anos 90”.

A produção narra, junto às ações de detetives, o clima cultural que fazia parte das circunstâncias nas quais esses crimes ocorreram. Mas a nostalgia é interrompida pela atemporalidade do mal, que também naquela época fez suas vítimas fatais. Assim emerge o lado sinistro da década.

Os oficiais diretamente envolvidos nas investigações falam sobre suas escolhas, os desafios que encontraram em cada caso e as descobertas cruciais que os possibilitaram chegar aos culpados.

Familiares e amigos das vítimas também dão depoimentos que mostram a perspectiva íntima, os sonhos e expectativas que foram brutalmente interrompidos por assassinos. Jornalistas e autores que mergulharam nos casos tratam sobre as relações entre eles e o contexto que definia a década de 1990. Registros em áudio e vídeo feitos pela polícia na cena do crime e durante as investigações completam o panorama trazido pela série.

“O Lado Obscuro dos Anos 90” estreia dia 26 de abril, às 23h10 no Investigação Discovery.

Fonte: Vcfaz.tv

Série do ID recapitula casos de homicídio ocorridos na década de 1990

A década de 1990 está em alta. Há um retorno nostálgico na moda, nas produções da indústria cultural e até nas relações com a tecnologia, que naquela época dava seus primeiros passos rumo à digitalização que hoje conhecemos.

A partir de sexta-feira, 26 de abril, às 23h10, o Investigação Discovery também retoma o clima dos anos 1990, fazendo a reconstituição da época a partir das investigações de casos

reais que se tornaram famosos, com sua nova série: “O Lado Obscuro dos Anos 90”.

A produção narra, junto às ações de detetives, o clima cultural que fazia parte das circunstâncias nas quais esses crimes ocorreram. Mas a nostalgia é interrompida pela atemporalidade do mal, que também naquela época fez suas vítimas fatais. Assim emerge o lado sinistro da década.

Os oficiais diretamente envolvidos nas investigações falam sobre suas escolhas, os desafios que encontraram em cada caso e as descobertas cruciais que os possibilitaram chegar aos culpados.

Familiares e amigos das vítimas também dão depoimentos que mostram a perspectiva íntima, os sonhos e expectativas que foram brutalmente interrompidos por assassinos. Jornalistas e autores que mergulharam nos casos tratam sobre as relações entre eles e o contexto que definia a década de 1990. Registros em áudio e vídeo feitos pela polícia na cena do crime e durante as investigações completam o panorama trazido pela série.

“O Lado Obscuro dos Anos 90” estreia dia 26 de abril, às 23h10 no Investigação Discovery.

Fonte: Vcfaz.tv